fbpx

As Boas Resoluções Não
Servem de Nada...

Se estás habituada a fazeres boas resoluções para o novo ano

(e a deixá-las cair após alguns dias, meses…),

sugiro-te que tentes algo melhor este ano:

A Tua Lista de Alegrias.

Se podes demorar 15 a 30 minutos a fazeres uma avaliação totalmente subjectiva do ano, que se terminou, lembrando apenas o que te trouxe alegria e coisas positivas e fazeres uma lista de elementos positivos a manter, garanto-te que será mais fácil agarrares-te a isso do que quereres corrigir alguns dos teus hábitos ou comportamentos e, além disso, encontrarás a tua estrela interior, aquela que te ajuda a brilhar durante todo o ano.

Neste artigo, vamos explorar como fazeres um balanço do ano passado de uma forma que seja boa para o teu moral e a tua motivação, mesmo que penses que foi um ano de M°°°°, pior do que o ano passado e o ano anterior combinados.

Como resultado, esta avaliação 100% imparcial permitir-te-á evitar de ruminares sobre as tuas belas resoluções que não foram cumpridas.

Se quiseres agir diretamente e teres a tua Lista de Alegrias escrita, podes utilizar o Ebook de verificação que preparei no “kit 2021” para te facilitar este momento de reflexão.


O Problema das Resoluções de Ano Novo

Quer estejas a fazer mais ginásio, a passar mais tempo na natureza ou a criares novos serviços para os teus clientes, o problema com as resoluções de Ano Novo é que não as manténs no bom caminho.

Como resultado, deixam um sabor amargo, e a motivação leva um golpe. Como resultado, nada fica realmente melhor.

O erro vem muitas vezes do facto de as nossas novas resoluções serem demasiado restritivas, ocuparem demasiado tempo na nossa agenda ou serem demasiadas alterações para serem feitas ao mesmo tempo.

Boas Resoluções Não Servem


O mito de reiniciar o « contador »
a cada 1 de janeiro..

Os empreendedores são homens e mulheres como qualquer outra pessoa.

Eles acreditam que o impulso do Ano Novo os ajudará a mudar. Eles pensam que de se assentarem depois do Natal e escrever uma lista de coisas que querem fazer de forma diferente para o próximo ano os tornará melhores (mais atléticos, mais pacientes com os seus filhos, mais eficientes no seu trabalho…). É também a época do ano em que estabelecem os seus objectivos anuais… É quando fazemos o nosso stock não é ? E o nosso bilão/balanço do ano não é ? Então pensamos que é o bom momento.. (entre nós, espero que não fazes o teu balanço e stock unicamente no fim do ano, senão temos que falar!!!!)

O fim de ano é tempo de fazer um balanço, que coincide soberbamente com o final do ano. Vê-se o que se fez de errado, está na hora de continuar e enfrentá-lo.

O problema é que decidir em bloco sobre mudanças radicais não funciona muito bem.

Em vez disso, nos últimos anos tenho vindo a clarificar as minhas intenções e a estabelecer objectivos trimestrais, mensais, semanais e diários. Incorporo também novos hábitos e em vez de decidir aplicá-los a todos de uma só vez no dia 1 de Janeiro, decomponho-os ao longo do ano, gradualmente. E isso funciona ! Senão não estaria aqui para te falar sobre isso !

Eu uso o meu proprio planner. Não é um planar como os outros, é especifico para mim, também já tinha um especial quando trabalhava nos meus salões, sim porque uma agenda normal não ajuda nada e eu sou muito visual. Tenho de ver logo o que se passa, não gosto de esperar que tudo corra mal para corrigir! Prefiro prevenir do que remediar.

Também reparei que o facto de me concentrar nas coisas que me deram alegria e encorajar projectos que fazem sentido para mim me coloca numa melhor disposição mental para enfrentar o novo ano.


As boas resoluções não são ágeis

Além disso, quando se estabelecem boas resoluções de uma só vez para o resto do ano, não é flexível, não é ágil como se diz na gestão de projectos.

Ao estabelecer objectivos trimestrais, mensais e semanais, cria uma organização adaptável que também pode respeitar os seus próprios ciclos.

É por isso que em vez de fazer uma lista de boas resoluções para o novo ano, tomo agora algum tempo para fazer um balanço do ano passado, normalmente entre  a meada de dezembro e a primeira semana de janeiro eu defino as minhas intenções para o ano seguinte e também em conjunto com o Olivier.

Uma avaliação 100% subjectiva, com um grande focus no que era positivo e que me trouxe alegria.


A lista de Alegrias

Cada ano traz significados, dificuldades, satisfações, felicidades e acima de tudo evoluções!

Em vez de fazeres uma lista de novas resoluções destinadas a corrigir certos comportamentos ou atitudes que gostarias de melhorar na tua vida de empreendedora, de empresária, proponho-te um ritual a ser realizado agora mesmo, ou durante o ano se ainda não estás pronta a mudares.

Toma um momento para isto, num lugar calmo, certifica-te de que não serás incomodada. Pega num caderno lindo para ti, sim é importante que gostes escrever nele, e uma caneta e dedica este momento aos momentos felizes do ano passado, cara a cara contigo mesma. Podes acender uma vela ou « espalhares » os teus olhos essenciais preferidos.

Descarrega o meu “Kit 2021” e responde as perguntas sobre o ano que terminou, com toda a tua sinceridade ! 

9383 474431219309420 1280716889 n


Nós não somos gatos

Só temos uma vida. Colocarmos a seriedade, a excelência, o sacrifício, a competitividade no centro das nossas vidas só nos leva ao cansaço, à tristeza e ao esgotamento. Então pensa: « Se eu morresse amanhã, gostaria de alegria, colaboração, ou seja, de estar no centro da minha vida hoje. Teria eu escolhido o dia que acabei de passar se soubesse que era o meu último ? Eu não o faria, de certa forma. Eu teria passado menos tempo colado ao meu ecrã. Eu teria automatizado um pouco mais do meu negócio para poder gastar mais tempo com a família e menos em tarefas aborrecidas. » Pensa nisto tudo OK.

Para preparares cada ano novo, sugiro-te que captures e materializes na tua lista as alegrias do ano passado. E para permaneceres neste caminho, para ouvires o teu caminho interior, aquele que te diz o que te faz verdadeiramente feliz, o que te faz vibrar.

Neste artigo falei-te da preparação para o ano novo, materializando as alegrias do ano passado sob a forma de uma lista. Sugiro-te que uses a alegria como filtro de decisão para os teus planos para este novo ano. Se um projecto ou uma acção não te traz alegria, dá-te a ti mesma a oportunidade de dizer não, OK ?

Mas se gostas mesmo de resoluções, que ainda não acreditas no que leste, então descarrega mais este “Kit 2021” para dicas no teu salão de Cabeleireiro.

Beijinhos Grandes e votos de um ano cheio de amor, saúde e muito sucesso !

Categorias: Artigos

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *