Colorimetria e Neutralização : Explicações Fáceis !

Hoje vou falar-te de colorimetria e, portanto, de neutralização. Assim, para te explicar este assunto de uma forma muito simples, vou torná-lo muito simples com pequenos diagramas a cores.

(Para ir mais longe em colorimetria e neutralização, sugiro que te juntes ao meu curso completo Ser Cabeleireira )

Por isso é muito importante compreenderes os princípios básicos da COLORIMETRIA PARA SUBSTITUIR A NEUTRALIZAÇÃO, NUNCA compreenderás a neutralização se não compreenderes a colorimetria. Estamos de acordo ?

Portanto, falemos primeiro de colorimetria :

O que tens de compreender é que existem 3 cores primárias:

Em geral, aprendemos isto no jardim-de-infância / escola primária, mas no final, na escola secundária, já não nos lembramos muito, porque já não nos falam mais sobre isso se não escolheres matérias artísticas…

Assim, embora seja um assunto muito simples e básico, se o esqueceste, terás de aprender tudo de novo se for estudar para cabeleireira.

Porque são chamadas as 3 cores primárias?

Porque com estas 3 cores é possível obter TODAS as outras cores.

Portanto, vê o que obtemos ao misturá-las:

  1. AZUL + AMARELO = VERDE
  2. AMARELO + VERMELHO = LARANJA
  3. AZUL + VERMELHO = VIOLETA / ROXO

Assim, com as 3 cores PRIMÁRIAS, obtemos as 3 cores SECUNDÁRIAS.

Uma vez entendido isso (não iremos mais longe na roda das cores), é preciso saberes que tens estas cores nas colorações e que os números dos REFLEXOS das colorações IDENTIFICAM estas cores.

Seguiste-me até agora ? 🙂

Assim, sabendo que na numeração das cores, os números após o ponto identificam as cores dos reflexos (as letras também existem, mas não te vou falar aqui sobre elas):

Os reflexos com VERMELHO são identificados por .6 (ex. 4,6; 6,6)

Os reflexos com AZUL são identificados por .1

Os reflexos com AMARELO são identificados por .3

Diremos que temos os identificadores no “número de reflexo de cor” das 3 cores primárias.

Na coloração são chamados assim:

Depois veremos os números das cores secundárias:

Na coloração, são chamados assim:

Por isso temos madeixas de coloração com termos profissionais para identificar as cores presentes mas sem assustar as pessoas… Porque se dissermos a uma cliente que vamos colocar uma coloração com reflexos verdes no seu cabelo para neutralizar um vermelho para o tornar um castanho “normal”, isso só as vai assustar… (no entanto, eu sempre ensinei isso as minhas clientes, elas eram curiosas e adoravam que eu explicasse de forma simples o que fazia, era a minha Signature) Por isso falamos em termos profissionais. Não vamos dizer amarelo, laranja ou violeta, vamos dizer dourado, cobre ou irisado, é mais agradável.

Assim, uma vez entendido que os números identificam a presença de cores primárias e secundárias, é preciso aprender sobre a cor!

Aprende-se que 1 é cinza e que tem azul, que 2 é iridescente e que tem roxo, etc…

Não há segredo, tem de se aprender de cor. É fácil e uma vez que é frequentemente usado em cabeleireiros, é algo que se aprende rapidamente.

***No entanto, deve ser tido em conta que algumas marcas utilizam a sua própria numeração (tabela de conversão disponível aqui). É fácil e uma vez que é frequentemente usado em cabeleireiros, é algo que se aprende rapidamente, é a nossa base de trabalho em como técnica. Mas se memorizaste que as cinzas são azuis, etc., então não terás problemas em compreender uma numeração diferente. Porque só terás de ler o nome da cor, por exemplo, louro cinza e se vires que diz 7,3 em vez de 7,1 porque a cinza é normalmente representada pelo número 1, então compreenderás imediatamente que esta marca representa a cinza pelo número 3. (isto é apenas um exemplo OK, não reflete a verdade) Assim, verificamos sempre numa tabela de cores o nome e os números que as representam ; ) Assim, se a numeração mudar, não nos importamos com o número, prestaremos atenção aos nomes, o que tornará fácil encontrá-los!

Então, uma vez entendido tudo isto, permitir-nos-á compreender a neutralização.

As cores irão simplesmente neutralizar-se umas às outras (= por isso uma cor neutraliza outra).

O azul e o amarelo deram verde => a cor oposta é o vermelho

Vermelho e verde neutralizam-se, portanto, um ao outro.

Se quisermos neutralizar o vermelho, precisamos do número 7 (verde) no reflexo (depois da vírgula) e para neutralizar o verde precisamos do reflexo 6 (vermelho).

O vermelho e o amarelo deram laranja => a cor oposta é o azul

O azul neutraliza o laranja e o laranja neutraliza o azul.

É por isso que quando temos cobre (4) neutralizamo-lo com cinzas (1)

Tudo isto é realmente a base para a coloração e neutralização. Este círculo é a base para saberes mais sobre cores. Utilizá-lo-á sempre no cabeleireiro, é o essencial a saber. Se não o souberes, nunca será capaz de dominar bem as cores. Claro, aqui é uma introdução. O mundo da cor é mais complexo e mais interessante 🙂

Espero que este artigo te tenha ajudado a compreender a colorimetria.

Vemo-nos em breve no blog Opente, no canal Youtube Tania R ou no PodCast Tania R

Não hesites em me dizer via mensagem se tiveres mais alguma pergunta sobre o cabelo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *